Seis dicas para chegar preparado na Black Friday

Especialista mostra aspectos essenciais para lucrar

83

Faltam apenas algumas semanas para a Black Friday, data sazonal consolidada no varejo nacional e considerada o principal momento do ano para o setor. Estimativa da e-Bit permite otimismo para as vendas deste ano: segundo a consultoria, as vendas devem crescer 15% em relação à data no ano passado.

Para ajudar, o especialista listou algumas dicas que considera indispensáveis para você não perder o bonde da Black Friday:

1. Faça da propaganda a alma do seu negócio 

Planeje suas ações de marketing para divulgar a toda sua base de clientes fidelizados, e mesmo aos novos, a participação na Black Friday e os descontos especiais oferecidos. Execute estas ações antes e durante a Black Friday. Para isso, a dica é utilizar e-mail marketing, redes sociais como Instagram e Facebook ou até mesmo comunicação via WhatsApp, mas desde que você receba um “OK” do cliente para entrar em contato por meio deste canal. Lembre-se ainda de decorar sua loja virtual com banners da campanha. Uma boa opção são banners com contagem regressiva para a tão esperada data do e-commerce mundial.

2. Selecione ofertas especiais 

Estude o seu estoque e defina o sortimento de produtos que você irá vender abaixo do preço na Black Friday. Você poderá selecionar um produto ou mesmo uma categoria de produtos específicos para trabalhar com descontos mais agressivos. Mas não se esqueça de calcular bem todos os descontos oferecidos, para analisar preventivamente como se comportam as suas margens com essas reduções de preço.

3. Não perca o timing operacional da sua loja

Para dar mais agilidade à máquina de vendas, automatize processos de cadastro e de atualização de dados entre sistemas utilizados na sua operação, como plataforma de e-commerce, ERP, markteplaces, pós-vendas e outros.

4. Tome decisões baseadas em dados

Fique atento às informações que puder extrair da interação dos consumidores com sua loja virtual e trace estratégias comerciais a partir desses dados. Também defina alguns indicadores importantes para você acompanhar durante toda a BlackFriday. Por exemplo: conversão de vendas, novos clientes, recorrência de compra, meta de faturamento, meta de unidades de produtos vendidos, entre outros aspectos.

5. Dê toda atenção ao cliente 

Organize escalas de trabalho com seu time de vendas para que haja sempre alguém acompanhando os acessos e conversões no site durante todos os dias da promoção. A equipe terá de monitorar o chat e atender ligações telefônicas de clientes que precisam esclarecer suas dúvidas antes de fechar uma compra, e saiba que isso poderá ocorrer fora do horário comercial. Não esqueça: cliente mal atendido é cliente perdido.

6. Mantenha a compostura

Venda sempre com transparência e ética – nada de aumentar os preços nas semanas que antecedem o Black Friday para forjar descontos nesta data especial. O consumidor não é bobo e a única coisa que você ganha com isso é uma má reputação na praça. Seja estratégico: acompanhe os preços da concorrência utilizando ferramentas de monitoramento de preços e precificação inteligente. Ofertas em tempo real também  aumentam as chances de conversões.